Ir para o conteúdo

Ir para conteúdo do site
29º Previsão para hoje (20 de outubro) 20 de outubro
Siga a Prefeitura
Seg - Sex 8h - 17h
comunicacao@bariri.sp.gov.br
(14) 3662-9200
Município de Bariri
Acompanhe-nos:
Facebook
Youtube
SnapChat
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
26
26 JUN 2017
TURISMO
Bariri é classificado como município de interesse turístico e poderá receber R$650 mil por ano

O deputado estadual Chico Sardelli (PV) apresentou projeto de lei nº 505/2017 (confira: http://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=1000047326) na Assembleia Legislativa que classifica Bariri como Município de Interesse Turístico. A proposta foi publicada na edição desta sexta-feira (23/06) do Diário Oficial Legislativo. “O município tem muitas atrações turísticas e um povo acolhedor. Com a classificação de MIT poderá receber recursos de até R$ 650 mil por ano para investimentos na infraestrutura turística”, comentou. 

Um dos destaques de Bariri é a Igreja Matriz, que remonta à época de fundação do povoado de Bariri. Patrimônio histórico do município, a construção e suas formas arquitetônicas contam a história da cidade. A primeira construção data de 1864, sob invocação de Nossa Senhora das Dores do Sapé. De arquitetura simples, era feita de barro, sapé e madeira. Com o crescimento da cidade de Bariri, a capela tornou-se pequena para abrigar a população e, em 1906, teve início a construção de uma nova Igreja Matriz para a cidade. A igreja foi construída no mesmo local da anterior, porém em estilo gótico. 

Novamente, já no início da década de 1960, uma terceira igreja precisou ser construída, ainda maior do que a anterior. Ela persiste até os dias atuais, com suas linhas modernas e sua ampla nave central. Dentre as obras de arte da igreja, destaca-se um painel de 300 m2, feito pelo artista polonês Aritachel Caskuverich, e a via-sacra, feita pelo artista local Nelson Cava. Outro destaque da Igreja Matriz de Bariri é a torre do relógio, que deu início à Festa da Padroeira em sua inauguração em setembro de 1939. Em 1979, após a construção da nova Igreja Matriz na década de 60, a torre do relógio foi inaugurada novamente, com 36 metros de altura.

A tradicional quermesse de Nossa Senhora das Dores ocorre todos os anos no mês de setembro e faz parte das comemorações do dia da padroeira. Durante os dias de quermesse, a população conta com praça de alimentação, brincadeiras para as crianças e show de música com artistas locais, atraindo várias pessoas do município e de cidades vizinhas.

A Igreja Ortodoxa Antioquina São Jorge também colabora com o turismo religioso. O lazer ao ar livre proporcionado pelo Lago Municipal Prefeito Acácio Masson é o ponto de encontro dos munícipes para comemorações, passeios em família, caminhadas e onde se realizam diversos eventos ao longo do ano. O local conta com parque para as crianças, rampa de skate e é um dos principais pontos de lazer e turismo da cidade.

Outro ponto de interesse é a Usina Hidrelétrica Álvaro de Souza Lima e Ancoradouro, localizada no Rio Tietê. Ela entrou em operação em 1965. Bariri também tem a eclusa, com largura média de 530 m, navegável em torno de 32 km dentro do município, propício à prática de esportes náuticos, pesca e navegação e é tida como a primeira eclusa da América Latina.

O cruzeiro fluvial saindo de Barra Bonita e chegando a Ibitinga, passa por Bariri onde faz a eclusagem. Bariri possui o grupo de ciclismo, que, durante os passeios realizados os participantes têm a oportunidade de conhecerem locais da cidade, as trilhas e visualizar as belezas regionais. 

Como funciona

Qualquer cidade pode requerer o título de MIT, desde que tenha aptidão para o setor e atenda algumas exigências previstas na Lei, como possuir meios de hospedagem no local ou na região, serviços de alimentação e serviço de informação turística. Também deve ter capacidade de atender a população fixa e flutuante, quanto ao abastecimento de água e coleta de resíduos sólidos.

Os municípios também devem ter o Conselho Municipal de Turismo criado por Lei especifica e aprovada pela Câmara dos Vereadores. Após a apresentação do projeto de lei, feita por meio de um deputado, a documentação da cidade é encaminhada para a Secretaria Estadual do Turismo.

A pasta e seus técnicos avaliam a validade da proposta. Se for aprovada, a Secretaria informa a Assembleia que pode votar o projeto. Aprovado o projeto, ele é encaminhado ao governador, que o sanciona como lei.

O turismo no Estado movimenta até 56 setores da economia. Gera um milhão de empregos diretos e dois milhões indiretos. São Paulo é único Estado com políticas públicas voltadas à atividade turística, tratado como vetor de desenvolvimento social e econômico. O modelo possibilita estar na vanguarda do turismo nacional.

Por isso, desenvolve uma política de fomento por meio da destinação de recursos do seu Tesouro, através do Fundo DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos), para 70 municípios estâncias. Quase R$ 1,2 bilhão foi investido em 1.461 convênios para obras e ações de interesse turístico entre 2011 e 2016.

Colaborou: Assessoria do Deputado Estadual Chico Sardelli (PV)

Acompanhe a Prefeitura nas redes
Brasão
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia