Ir para o conteúdo

Município de Bariri e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
30º Previsão para hoje (02 de dezembro) 02 de dezembro
Siga a Prefeitura
Seg - Sex 8h - 17h
comunicacao@bariri.sp.gov.br
(14) 3662-9200
Município de Bariri
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
21
21 NOV 2022
SAÚDE
Bariri integra Semana Estadual de Combate ao mosquito Aedes aegypti
enviar para um amigo
receba notícias

As atividades de combate ao mosquito transmissor da Dengue,
Zika e Chikungunya será de 21 a 26 de novembro

O Ministério da Saúde lançou a campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como dengue, Zika e Chikungunya. Com o tema “Todo dia é dia de combater o mosquito”, a mobilização tem o objetivo de conscientizar a população brasileira sobre os perigos do inseto e a importância de combate aos criadouros do mosquito.

Em Bariri, para desenvolver o trabalho de prevenção, a Vigilância Epidemiológica estará realizando atividades educativas com os alunos das EMEIs, utilizando de material áudio visual, lúdico e direcionado a despertar interesse no combate ao mosquito.

Também será realizada a coleta de pneus que não têm mais utilidade entre os dias 26 e 27 de novembro, por toda a cidade de Bariri, com o objetivo de retirar esse material dos quintais, impedindo o acúmulo de água e realizando o direcionamento adequado desses produtos.

A diretora de Saúde, Irene Chagas, aponta que a epidemia da dengue existe há mais de 30 anos. “Desde então, não conseguimos erradicar esse problema entre nós. Isso significa que não é uma atividade simples. Não temos vacinas para arbovirose, nem tratamentos específicos, então a principal arma que temos é combater o mosquito”, destaca.

A diretora observa ainda que é nesse momento que entra o Agente de Combate a Endemias. “Este é um profissional que desenvolve ações educativas e de mobilização da comunidade relativas à prevenção e ao controle de doenças e agravos à saúde”, finaliza.

Ações
Com medidas simples é possível combater a dengue:
– Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas,
copos, garrafas vazias etc;
– Vire de cabeça para baixo garrafas, vasos e baldes vazios;
– Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada;
– Não jogar lixo em terrenos baldios;
– Manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance dos animais até o recolhimento pelo
serviço de limpeza urbana;
– Manter a caixa d’água completamente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito;
– Encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta ou lavá-los com escova, água e
sabão semanalmente;
– Se você tiver vasos de plantas aquáticas, trocar a água e lavar o vaso, principalmente por
dentro, com escova, água e sabão, pelo menos, uma vez por semana;
– Guarde pneus em locais cobertos;
– Elimine qualquer recipiente com água parada

A orientação da Diretoria de Saúde é para que a população fique atenta aos sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, manchas vermelhas no corpo e dor nos ossos e articulações. “Diante desses sintomas, a pessoa deve procurar um médico. Dengue não é brincadeira: é uma doença grave e pode matar”, alerta a diretora Irene.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia