Ir para o conteúdo

Município de Bariri e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
25º Previsão para hoje (30 de janeiro) 30 de janeiro
Siga a Prefeitura
Seg - Sex 8h - 17h
comunicacao@bariri.sp.gov.br
(14) 3662-9200
Município de Bariri
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
26
26 OUT 2022
SAÚDE
AEDES: Avaliação de “Densidade Larvária” aponta estado de atenção em Bariri
enviar para um amigo
receba notícias

Com a “Densidade Larvária”, é possível saber os níveis de infestação de larvas do mosquito Aedes
aegypti de uma determinada área geográfica no momento em que a pesquisa é feita

O setor de Vigilância Epidemiológica da Diretoria de Saúde de Bariri tem realizado a “Avaliação de Densidade Larvária” (ADL) do município e tem registrado o aumento de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Zika e chikungunya. 

Os dados estão sendo levantados nos últimos dias e registram um significativo aumento de Densidade Larvária em Bariri. A Vigilância Epidemiológica tem feito ações em diferentes bairros da cidade e vistoriado residências e comércios.

Com esse trabalho, é possível saber os níveis de infestação de larvas do mosquito Aedes aegypti de uma determinada área geográfica no momento em que a pesquisa é feita, assim como o tipo de recipiente predominante em cada região avaliada.

A Vigilância Epidemiológica chama a atenção dos moradores, especialmente porque Bariri está prestes a ingressar em uma nova temporada de chuvas, período em que o mosquito se prolifera com mais facilidade.  

Em levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde, o número de casos de dengue no Brasil subiu quase 185% entre janeiro e outubro deste ano na comparação com o mesmo intervalo de tempo do ano passado, alcançando a marca de 1,3 milhão de notificações. 

Neste período, foram registrados 909 óbitos. Os casos de chikungunya também tiveram um aumento expressivo, de 89,9%, em relação a 2021, somando 168,9 mil casos. Em relação à zika, houve elevação de 92,6% em 2022. 

A melhor forma de evitar a dengue é a prevenção e a população tem papel fundamental para que isso ocorra. Entre as dicas para evitar o criadouro do mosquito transmissor da dengue estão:

- Encher de areia os pratinhos de plantas;
- Evitar plantas aquáticas;
- Não acumular entulho e lixo;
- Manter a piscina sempre tratada com cloro;
- Retirar a água acumulada da laje;
- Manter a lixeira sempre fechada;
- Guardar pneus em lugares cobertos;
- Guardar garrafas e baldes sempre virados para baixo;
- Lavar pelo menos duas vezes por semana, com água e sabão, os vasilhames onde é servida água para animais domésticos;
- Manter bem tampados caixas e reservatórios de água;
- Manter a tampa do vaso sanitário abaixada;
- Se a caixa de descarga não tiver tampa, é necessário fechar com plástico e fita adesiva. Ao sair de casa, feche a tampa dos ralos internos ou cubra-os com tapetes ou objetos;
- Substituir a bromélia por outro tipo de planta que não acumule água.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia