Ir para o conteúdo

Município de Bariri e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
32º Previsão para hoje (23 de fevereiro) 23 de fevereiro
Siga a Prefeitura
Seg - Sex 8h - 17h
comunicacao@bariri.sp.gov.br
(14) 3662-9200
Município de Bariri
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
15
15 JUL 2022
SAÚDE
Equipe da USP encerra Expedição em Bariri com mais de 1.100 procedimentos
Foto Noticia Principal Grande
No total, foram: 637 ultrassons; 10 inserções de DIUs; 183 consultas ginecológicas;  159 consultas gastroenterológicas; 121 procedimentos cirúrgicos; e 8 encaminhamentos para cirurgias de endometriose  (Foto: Silvana Paiva)
enviar para um amigo
receba notícias

No total, foram: 637 ultrassons; 10 inserções de DIUs; 183 consultas
ginecológicas;  159 consultas gastroenterológicas; 121 procedimentos
cirúrgicos; e 8 encaminhamentos para cirurgias de endometriose

Em acontecimento inédito na área da Saúde, a população de Bariri teve acesso a mais de 1.100  procedimentos, entre cirurgias, exames e consultas médicas, oferecidos pela Expedição Cirúrgica da USP, no período de 2 a 10 de julho.

A Expedição Cirúrgica é um projeto de extensão da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), composto por alunos, professores e médicos voluntários e, em parceria com a Prefeitura de Bariri, teve por objetivo o atendimento cirúrgico de alta qualidade para os baririenses para reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas, além da realização de exames de ultrassom e consultas com médicos especialistas.

A equipe engajada e especializada da USP, juntamente com o apoio dos profissionais da Diretoria de Saúde e da Santa Casa local, garantiu acesso a cirurgias minimamente invasivas, à ultrassonografias avançadas e a correções de hérnias, prolapsos e de incontinência urinária.

No total, foram 1.118 procedimentos divididos nas seguintes especialidades:


- 637 ultrassons;
- 10 inserções de DIUs;
- 183 consultas ginecológicas;
-  159 consultas gastroenterológicas;
- 121 procedimentos cirúrgicos;
- 8 encaminhamentos para cirurgias de endometriose no Hospital das Clínicas em São Paulo.

A atual edição foi retomada após dois anos de paralisação em razão da pandemia da Covid-19. Bariri, eleita para o biênio 2021-2022, foi a primeira cidade paulista selecionada para o projeto. As primeiras tratativas com os profissionais da Expedição começaram em 27 de dezembro de 2021, com a avaliação das condições hospitalares e realização de reunião com o prefeito Aberlado Maurício Martins Simões Filho, com a diretoria de Saúde, com médicos e cirurgiões locais .

Segundo o aluno da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e presidente da Expedição Cirúrgica, Antônio Coelho , o projeto da Expedição Cirúrgica busca atender às demandas de municípios que estejam necessitando de atendimento cirúrgico e firma parceria com o poder público local.

As cirurgias feitas foram em casos de baixa e média complexidade. Agora, após os procedimentos, professores e alunos voltarão a Bariri em setembro para uma reavaliação e para entregarem ao prefeito Aberlado Maurício Martins Simões Filho, bem como para a diretora de Saúde, Marina Prearo, um relatório completo da avaliação dos procedimentos realizados.

Em uma prévia, o presidente da Expedição Cirúrgica, Antônio Coelho já adiantou que Bariri tinha uma grande demanda por cirurgias e exames, especialmente para mulheres. “Eram anos de fila de espera e de perda de funcionalidade. Acreditávamos que Bariri tinha o potencial de fazer melhor, de se reinventar e mostrar um novo futuro para a saúde da sua população”, afirma.

Ele relata ainda que foram meses de preparação para que a Expedição de fato acontecesse em Bariri.

“Foram dez dias árduos de trabalho, com manhãs longas e noites sem sono. Esforço que se converteu em sorrisos e gratidão ao escutar cada agradecimento da população baririense. Deixamos um agradecimento especial à equipe de médicos, alunos, à engenharia clínica, enfermagem, limpeza, cozinha e todos os demais envolvidos no projeto, que dedicaram dias de trabalho para o ensino, pesquisa, assistência e democratização da saúde”, ressalta.

Para o prefeito Aberlado Maurício Martins Simões Filho, com a vinda da Expedição Cirúrgica da USP para a cidade, a atual gestão municipal firmou o compromisso com a população de que tem condições de trazer coisas muito melhores para Bariri.

“Resgatamos a nossa Santa Casa que volta a atender em sua capacidade e conseguimos trazer uma Faculdade de Medicina da USP para Bariri, com os melhores profissionais do Brasil, o que não é para qualquer cidade. Já recebemos informações de que outros municípios da região estão tentando trazer também a Expedição da USP, mas não é tão simples, pois demanda toda uma triagem, o atendimento a várias exigências técnicas e conseguimos corresponder a tudo o que a USP solicitou para atender as pessoas mais necessitadas. Agora, além das cirurgias realizadas e dos exames, nos casos mais graves, a Diretoria de Saúde, juntamente com a equipe da USP, já vai fazer o encaminhamento correto”, pontua o prefeito Abelardinho.

Em relação a esses casos mais graves citados pelo prefeito Abelardinho, trata-se de oito pacientes mulheres que foram diagnosticadas com quadro avançado de endrometriose. Por ser uma cirurgia mais complexa, essas mulheres foram encaminhadas para cirurgia a ser realizada no Hospital das Clínicas de São Paulo, pelos mesmos médicos da Expedição da USP.

No mais, a diretora de Saúde, Marina Prearo, destaca que a demanda reprimida de Bariri foi atendida e que os atendimentos foram além do programado inicialmente, já que estavam previstas 80 cirurgias e foram realizadas mais de 100. “Batemos todos os records da Expedição Cirúrgica da USP que completará dez anos em 2023. No início, estavam programadas 80 cirurgias, só que foram mais de 120 cirurgias”, informa.

Marina esclarece que outro grande benefício para o município é a economia com relação ao custo financeiro dos ultrassons, caso não tivesse sido realizada essa força-tarefa em parceria com a Expedição da USP.

“Foram 637 ultrassons ao custo médio, caso o município fosse pagar, de R$ 100,00, além do desconforto da locomoção para outra cidade já que não temos esse exame na rede de saúde de Bariri, e do tempo de espera pelo resultado. Estamos fazendo o levantamento de todos estes custos-benefícios para apresentar à população. Mas, não temos dúvida, que tivemos muitos ganhos, principalmente o de caráter humano pois beneficiou centenas de pessoas, além dos ganhos financeiro e profissional”, destaca a diretora de Saúde, Marina Prearo.

 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia